fbpx

Você Conhece esses Dois Tipos de Emoção?

Relacionar-se é uma arte.

E também um processo.

Um relacionamento feliz e bem sucedido não acontece por acidente.

Tudo é um sistema.

Quando esse código é decifrado, seu relacionamento se torna leve.

Mas então… por que tantas pessoas sofrem?

Quando se casam e como tempo passam a se desentender…

Sentem-se magoadas com palavras duras, assim como pela falta de comunicação.

Hoje eu quero compartilhar com você uma explicação da inteligência emocional.

Ao final dessa leitura, você irá entender que o ato de se relacionar, seja em um casamento, com os filhos, no trabalho, com amigos… envolve trabalhar com as emoções dentro de você.

Ao descobrir quando colocar cada uma delas em campo, você melhora sua capacidade de compreensão (empatia) e de comunicação em sua vida.

As Emoções Negativas Dentro De Nós

Você já se viu pegando pesado em palavras e magoando quem ama numa briga?

Parece que nenhum pensamento de clareza e amor chega até sua mente e as palavras que saem são amargas e ferem como uma espada.

As emoções negativas tomam conta e você não consegue mais se acalmar.

E quanto mais você fala, a situação só piora.

Agora…

Você já teve calma diante de uma situação de tensão?

Durante uma emergência …

Assistindo a uma discussão da qual você não fazia parte …

Quando não revidou uma ofensa

Isso não acontece por acaso.

Nós temos 2 tipos de emoções dentro de nós.
As emoções tóxicas, aquelas que nos transformam em quem não queremos ser.
As emoções saudáveis, aquelas que trazem equilíbrio, que aumentam a percepção sobre o que está acontecendo e geram soluções positivas.
De um lado, as emoções desequilibram e destroem.

Esse é o Eu-Ilógico em ação.

Ele acredita que não se deve levar desaforo pra casa.

Porém, algumas pessoas acessam as emoções saudáveis diante de um foco de tensão, a criatividade e a empatia. Esses processos são o domínio do Eu-Protagonista.

A neurociência explica que temos processos mentais intencionais e intuitivos.
O Eu-Ilógico lida com a reação.
O Eu-Protagonista lida com a ação.

É por esse motivo que 99% da população deve se dedicar para aprender técnicas para a utilização de recursos intelecto-emocionais para o desenvolvimento de uma mente inteligente, criativa e saudável.
Enquanto não mapearmos nossos medos, gatilhos mentais e procurarmos entender porque, muitas vezes, fazemos o que não gostaríamos de fazer, os padrões irão se repetir.

A IMPORTÂNCIA DE CONHECER E GERIR SUAS EMOÇÕES

No livro “Gestão da Emoção”, Augusto Cury descreve como identificar o mau uso da emoção e o gasto desnecessário de energia.

Augusto Cury tem mais de 25 milhões de livros vendidos no Brasil , publicado em mais de 70 países. Foi por isso que eu fui estudar com ele para aprender técnicas de coach emocional para gerenciar a ansiedade, melhorar o despenho pessoal e profissional e conquistar uma mente saudável e equilibrada.

Ele fala sobre algumas armadilhas da mente que refletem negativamente na nossa vida e, obviamente, em nossos relacionamentos.

O Sofrimento por Antecipação desgasta o cérebro de forma intensa e se caracteriza pela angústia por coisas que ainda não aconteceram – e que provavelmente nunca acontecerão.

Isso mesmo. Provavelmente, mais de 90% das nossas preocupações não se concretizam, e os 10%, quando acontecem, não são tão dramáticos quanto imaginamos.
Hoje em dia, até crianças e adolescentes já sofrem por antecipação.

Já a Ruminação do passado se encarrega o tempo todo de fazer o resgate das mágoas e impede as pessoas, os casais de reescreverem suas histórias com saúde emocional e alimenta as crises.

Essas armadilhas são consequências de fenômenos inconscientes da nossa mente, por isso é fundamental aprender a usar o passado de forma inteligente para crescer, aprender e evoluir.
Como você já deve ter percebido, essas duas armadilhas já são suficientes para destruir os relacionamentos, afinal, quem não erra?

Mas Sandra… como as ferramentas de gestão da emoção podem me ajudar a não cair nas armadilhas da mente?

Isso é o que eu quero compartilhar com você agora por meio de 2 técnicas simples.

2 Técnicas Simples para Evitar as Armadilhas da Mente

Técnica #1: Evite o Gasto de Energia Emocional Inútil (GEEI).

Você deixaria seu carro ligado por 24 horas sem desligar? Ou a TV e o ar condicionado sem você estar em casa?

Certamente que não. Mas, e sua mente? Será que você tem se lembrado de poupá-la?

Somos consumidores irresponsáveis de emoção.

Acordar cansada, ter dores de cabeça, irritar-se com frequência e por motivos tolos, magoar-se com tudo, ser impulsiva, reclamar o tempo todo, ter muitos atritos, querer mudar o outro, ser perfeccionista ou hipersensível são ALGUNS dos sintomas e comportamentos de quem não percebe como está consumindo sua energia emocional de forma inútil e pode estar esgotando seu cérebro.

Assim como a gasolina de um carro se esgota após uma longa viagem, ter um alto índice de GEEI esgota os relacionamentos, a paciência e adoecem a mente, além de comprometerem a memória, concentração e raciocínio – e até desenvolver doenças psíquicas.

É grave!

Você consegue identificar alguns desses comportamentos em seu relacionamento?

Técnica #2: Invista no Gasto de Energia Emocional Útil (GEEU)

Para administrar esse gasto de energia útil ou inútil é fundamental olhar para dentro de si mesma e desenvolver a autocrítica. Enquanto você responsabilizar e culpar o marido, a sogra, os filhos ou o chefe pelos seus erros, será incapaz de evoluir e mudar comportamentos externos e internos que são o foco do gasto de energia emocional.

Não há fórmulas mágicas.

Existem muitas ferramentas que você pode aprender para desenvolver um comportamento com mais gasto de energia emocional útil e promover sua autonomia, segurança, flexibilidade, capacidade de entender as atitudes dos outros com um novo olhar, não levar tudo para o pessoal, não se ofender com tudo e com todos, não se estressar com erros e construir uma felicidade inteligente, relacionamentos incríveis e desfrutar de um casamento de alta performance.
Como Você Pode Mudar Completamente Seu Casamento e Eliminar os Atritos com Conceitos de Inteligência Emocional Aplicados no Seu Dia a Dia.
Um relacionamento Incrível não acontece por acidente.

Ele é construído.

A gestão da emoção é fundamental.

Antes de casais chegarem ao divórcio, suas emoções adoecem.

Como você leu nesse aqui, suas emoções devem ser geridas da maneira correta e você pode aprender a fazer isso.

Aprender os conceitos e técnicas para isso é o caminho mais rápido e seguro para você transformar seu relacionamento e construir uma base sólida, que resiste a uma tempestade.

Nos últimos 4 anos eu me aprofundei em estudos sobre o comportamento humano e conceitos de inteligência emocional, neurociência e coach emocional (sou formada pelo Instituto Augusto Cury). Juntando com a minha experiência em cursos do Tony Robbins, Roberto Shinyashiki e atendendo mulheres e casais de forma profissional, eu acredito que o que tenho a compartilhar com você irá transformar para sempre sua vida.

Agora… eu te pergunto:

Você deseja viver com mais harmonia, mais amor, menos brigas, gostaria de aprender técnicas para o dia a dia e conceitos baseados no poder da neurociência e inteligência emocional para criar relacionamentos incríveis e duradouros?

Eu acredito que esse conteúdo vai mudar os seus relacionamentos:

 Guia Como Salvar seu Casamento

Falamos em breve.

Um beijo,
Sandra Venuto

1 Comentário

  1. […] Essa técnica de duvidar e questionar seus pensamentos negativos foi desenvolvida pelo Dr. Augusto Cury depois de passar 20 anos estudando o pensamento em nosso cérebro. Pensamentos negativos precisam ser questionados. Quando não têm fundamento, eles perdem a força e desaparecem, mas você precisa praticar. A qualidade dos seus pensamentos evitam que você caia nas armadilhas da mente. […]

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close